SAP lança programa para startups brasileiras dedicadas a Big Data

De olho no mercado de startups no Brasil, a SAP Labs organiza nesta semana evento que visa fomentar o empreendedorismo e de quebra estimular jovens empresas a desenvolverem soluções em Big Data criadas a partir da plataforma in-memory da companhia, a SAP Hana.

Batizado de Startup Forum, o evento acontece pela primeira vez no Brasil nesta quinta-feira (23) no laboratório da companhia em São Leopoldo, RS. A expectativa é reunir cerca de 200 pessoas, entre investidores e empreendedores.

Além de palestras, startups terão a oportunidade de realizar sessões de pitches durante o fórum. Soluções nas áreas de saúde, setor público, esportes e agronegócio terão prioridade, indicou a SAP. A inscrição é gratuita.

Apesar do ineditismo no País, o Startup Forum é resultado de um programa que começou há três anos no SAP Labs Palo Alto, Califórnia. Atualmente, o Startup Focus conta com mais de duas mil startups ativas em 57 países e 175 soluções validadas, que hoje integram o portfólio de vendas da companhia alemã. Soluções em Mobilidade, Business Intelligence (BI) e Internet das Coisas (M2M) representam 75% das startups do programa.

Segundo Daniel Duarte, líder de Inovação e Experiência do Cliente da SAP Labs Latin America, promover o Startup Forum no Brasil é resultado de uma demanda tanto da companhia quanto de empresas locais. “Antes, as startups podiam se aplicar ao programa, mas todo o suporte acontecia a partir de Palo Alto. Percebemos que existia uma perda significativa da startup em se envolver, concluir o programa e de fato tornar aquele produto vendável. E um dos motivos para essa barreira é o idioma”, explica.

A partir disso, foi desenvolvida estrutura local com mentores técnicos e de negócio alocados em São Leopoldo, com o Startup Forum sendo o primeiro a integrar um ciclo contínuo de mentoria. “Esse ciclo de ação de startups é contínuo e pode acontecer todo o mês via eventos virtuais”, destaca Duarte.

Programa

As startups selecionadas passarão por um programa de 12 meses dividido em três fases. A primeira delas envolve a mentoria técnica da solução “para garantir que a solução se mantenha em pé”, resume Daniel Duarte, para depois seguir para a mentoria do negócio. “É a parte onde damos suporte para a construção do business case e até mesmo sobre como a startup deve seguir de acordo com a necessidade do mercado”, indica o líder em inovação da SAP. Por fim, a última etapa consiste em gerar valor para a plataforma e inseri-la no mercado.

Entre as vantagens do programa está o acesso aos canais de vendas da SAP, uma estratégia que auxilia na prospecção de clientes.

“A startup brasileira Choice desenvolveu uma solução com a SAP Hana para identificar fraudes em consumo da rede elétrica. Através dessa máquina de vendas acabamos conectando a startup com uma empresa na Colômbia e eles fecharam um bom negócio”, lembra o executivo.

Até então, cinco startups brasileiras contam com soluções em Big Data validadas pela SAP e já disponíveis para a aquisição de clientes.

Além do Startup Forum presencial, a SAP também realiza eventos virtuais e mantém um espaço no site para os candidatos cadastrarem seus projetos e acessarem o calendário de eventos. O evento deve, em breve, percorrer outros países da América Latina, entre Chile e Argentina.

Fonte: IDG NOW

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *